Como acelerar seu metabolismo

Não utilizamos truques, nem fazemos falsas promessas – limite-se apenas e especialmente a pôr em prática, um sistema simplificado e natural de hábitos alimentares que levem a atingir o seu objectivo de perder o peso que tem a mais e conseguir obter o seu corpo ideal de modo efetivo.

A verdadeira responsável pelos nossos problemas de peso é a evolução dos nossos padrões alimentares – como evoluímos de caçadores para agricultores, os nossos hábitos alimentares e a nossa dieta transformaram-se, mas o mesmo não aconteceu ao nosso metabolismo básico ou às suas funções.

Como resultado disso o nosso metabolismo ficou num estado de permanente hibernação. O nosso trabalho agora passa por ensinar o nosso metabolismo a alterar este hábito que se tornou natural no processo evolutivo humano, para que em vez de permitir uma poupança de queima de calorias, aprenda a partir de hoje a fazer o seu metabolismo voltar a trabalhar naturalmente num processo que permita queimar as calorias adequadas e ajudar a que possa perder peso.

Precisa de ter isto sempre em mente:

Os nossos corpos não estão habituados a alimentar-se muitas vezes, limitamo-nos apenas a 3 refeições por dia.

Atualmente cada refeição é mais “pesada” – isto é, comemos mais de cada vez (mesmo que apesar disso estejamos a fazer menos refeições).

Os nossos corpos não estão habituados a comer alimentos com elevado teor de hidratos de carbono – é uma mudança drástica relativamente à dieta normal em proteínas e gorduras (com poucos hidratos de carbono, à excepção da fruta).

Os nossos corpos não estão habituados a ficar inativos.

Um facto importante para ter em conta é que a falta de exercício é apenas um dos quatro factores que afetam o nosso metabolismo – os outros três factores contribuem diretamente para o retardamento do metabolismo. Não apenas por isso, mas o objectivo principal do exercício num processo para perder peso, é queimar mais calorias e não aumentar a “taxa de queima”.

Assim, mesmo que não se exercite, se conseguir controlar e mudar os seus hábitos alimentares, poderá fazer inverter muitas da influências “negativas” do seu metabolismo. Vejamos quais as etapas específicas que pode fazer para conseguir isso.

A Perda de Peso como Paradigma

Construir um paradigma apropriado para um estilo de vida saudável é como criar os seus próprios alicerces para fazer mudanças a longo prazo nos seus hábitos alimentares e subsequentemente, dar ao seu corpo e a si mesmo, a oportunidade de manter o seu peso ideal durante tanto tempo quanto quiser.

Note que eu disse “um estilo de vida saudável” e não perder peso. Isto porquanto se se concentrar apenas em perder peso, isso transforma-se num objectivo de curto-prazo – o mesmo que qualquer outra dieta vulgar pretende conseguir. Uma vez que perca peso, não sabe qual o seu objectivo. Torna-se difícil manter esse peso sem ter um objectivo específico bem vivo e que lhe permita sem custo transformar-se de alguém com peso a mais para alguém saudável e confiante na manutenção do seu novo peso.

Contudo, o paradigma que estamos a seguir neste programa de perda do peso é simples (no entanto com implicações muito longínquas e profundas).

Há dois princípios nucleares:

  • Dê à sua saúde uma prioridade muito elevada.
  • Comece a construir um estilo de vida saudável, e siga-o à risca.

Isto agora pode parecer-lhe um exagero, mas aqueles dois princípios são as respostas adequadas à maioria das perguntas que irão ser efetuadas sobre este programa de perda de peso. A chave passa por se ser suficientemente flexível na rotina que implantar para que possa controlar as suas prioridades suficientemente bem, no que diz respeito a comer corretamente. Falaremos disto em detalhe numa sessão futura, mas por agora o importante é dar prioridade à sua saúde (não acima de tudo o resto, mas com a importância suficiente para que não seja menosprezada pelo trabalho, pela família ou pelo lazer) e ser flexível na sua rotina para ser capaz de enquadrar os seus novos padrões alimentares.

O segundo princípio é um compromisso firme na constituição de um estilo de vida saudável. Como se disse anteriormente, este programa não é apenas sobre perder peso – são meros meios para atingir um fim assinalável (um estilo de vida saudável). Isto é assim porque haverá sempre uma ênfase na criação de um compromisso permanente neste processo a longo prazo. Será capaz de perder peso seguindo as ideias aqui apresentadas , mas se não estabelecer um compromisso sério, regredirá para os seus “perigosos” hábitos alimentares – em suma, o seu metabolismo voltará à mesma velha rotina e uma vez que ele volte a retardar de novo, vai recuperar todo o peso perdido.

Coma com maior frequência

alimentos

Anteriormente (nesta sessão e também nas sessões precedentes) debatemos o facto de que quando comemos poucas refeições num dia (3 em vez de 4 ou 5) estamos programados para fazer com que o nosso metabolismo “pense” que o alimento é escasso. Isto faz por sua vez que o nosso metabolismo se atrase, queimando poucas calorias, provocando-nos mais ou menos fome e eventualmente, produzir um efeito amolecedor na nossa energia diária.

A cura para isto reside em inverter o processo e voltar para um padrão alimentar mais natural – isto é, em vez de comer de acordo com uma estrutura “socialmente aceite” (é mais fácil programar rotinas diárias de trabalho em volta de 3 refeições, em vez de fazermos vários intervalos para comer durante o dia) do pequeno almoço, do almoço e do jantar, devendo preferencialmente adotar um plano de 4 ou 5 refeições.

Geralmente, os leitores ficam confusos quando avanço estas ideias – e suas perguntas surgem geralmente à volta do seguinte:

  • Como poderemos encaixar 4-5 refeições no nosso dia de trabalho?
  • Se comer mais vezes não irei ganhar peso em vez de o perder?
  • Se já me é difícil conciliar o tempo para ter 2 refeições por dia com minha agenda tão carregada – como irei fazer para gerir 4?

Estas perguntas podem ser respondidas facilmente se pensar nas duas coisas principais de que falamos anteriormente em “A Perda de Peso como Paradigma”.

Basicamente, a ÚNICA razão por que não somos capazes de estabelecer um planeamento para comermos 4 refeições por dia, é porque não conseguimos estabelecer as prioridades essenciais da nossa saúde como o devíamos fazer. Em vez disso, concentramo-nos demasiado no trabalho, na nossa formação ou na família. Para mim, foi sempre um dilema difícil de resolver, escolher entre o trabalho e a família, até que me compenetrei de que não punha somente a minha saúde em risco, como afetava a minha produtividade no trabalho e passava significativamente menos tempo com a minha família.

Comer mais frequentemente é uma parte fundamental da manutenção de um estilo de vida saudável.

Porém, não valerá de nada (ou será inútil) a menos que siga escrupulosamente as ideias apresentadas a seguir (e também mais tarde nesta mesma série).

Coma Menores Quantidades

Comer quantidades menores é essencial para manter um estilo de vida saudável. Não apenas responde à pergunta “como perderei peso se comer mais vezes?”, mas reprogramando também o seu metabolismo para funcionar mais eficientemente. Comendo quantidades maiores (que apenas servem para o encher), transmitimos ao nosso corpo que o alimento é escasso e por isso comemos tanto quanto podemos (porque a refeição seguinte não está garantida). Em resposta, o seu metabolismo reage, queimando as calorias a um ritmo muito lento.

Isto só não nos prejudicaria se acontecesse uma vez por outra, mas como se torna num hábito prevalecente e parte integrante dos nossos padrões alimentares, faz com que eventualmente ganhemos peso – se comêssemos o mesmo, mas o nosso metabolismo começa a ficar mais lento, fazendo com que queimemos menos calorias e assim por diante.

Comer Saudavelmente

Parabéns – terminou uma parte fundamental deste processo. Aprendendo o “como” perder peso e implantar um estilo de vida saudável como uma parte muito importante do seu processo de perder peso. No entanto, necessita também de aprender o que pode comer, e especialmente, o que não pode comer, para que possa tornar eficaz todo o processo. Nas duas sessões seguintes iremos cobrir apenas isso. Faremos a revisão da “evolução” dos nossos hábitos alimentares para compreender que tipo de alimentos o fazem engordar e aprenderá o que o pode ajudar a emagrecer. Até lá, sugerimos que reveja bem a lição de hoje – para obter melhores resultados, imprima uma cópia em papel e destaque os pontos principais – isso será o seu guia para perder peso nalgumas das semanas seguintes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *